A Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito e Transportes de Montes Claros (MCTrans) da Prefeitura intensificou o trabalho de realização de blitz rotineiras para verificar as condições das plataformas fixas e dos elevadores para embarques e desembarques de passageiros cadeirantes nos coletivos urbanos. As ações serão levadas a efeito a cada 10 dias e nesta sexta-feira (20), as abordagens foram feitas, novamente, na Avenida Padre Chico, no entorno do Montes Claros Tênis Clube (MCTC), popularmente conhecido como Praça de Esportes.

O Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT) é administrado pela Seguradora Líder. O vencimento ocorre junto com o IPVA e é destinado àqueles que sofrem acidentes de trânsito. Os valores para pagamento do seguro em 2017 tiveram uma redução em relação ao cobrado no ano passado. Os proprietários de carros que pagaram R$ 101,10, em 2016, passarão a pagar R$ 63,69. Para os de motos, o seguro que era R$ 286,75 cairá para R$ 180,65.

A Empresa Municipal de Planejamento, Gestão e Educação em Trânsito e Transportes de Montes Claros (MCTrans) da Prefeitura está realizando, desde a semana passada, blitz rotineiras para verificar as condições das plataformas fixas e dos elevadores para embarques e desembarques de passageiros cadeirantes nos coletivos urbanos. As abordagens foram feitas na avenida Padre Chico, no entorno do Montes Claros Tênis Clube (MCTC), popularmente conhecido como Praça de Esportes. A cidade possui cerca de 8 mil portadores de necessidades especiais sendo que, deste total, 2 mil são cadeirantes e necessitam do sistema para serem transportados.

As abordagens foram realizadas por agentes da MCTrans com solicitações, quando necessárias, de inclusão das irregularidades em relatórios diários dos cobradores junto às chefias das empresas. Foi sugerida a manutenção rotineira dos equipamentos e a verificação diária do funcionamento eficiente do sistema, seja da plataforma e do elevador.